Site de apostas pela internet será lançado em Santa Catarina

Betting site

Os assíduos de jogos e apostas já podem comemorar. Tudo isso porque na próxima semana será lançado um projeto idealizado por membros da classe lotérica: um site de jogos legais online em Santa Catarina. A iniciativa dos catarinenses é pioneira no Brasil. “Entre os benefícios da iniciativa seria que a receita gerada poderia ser revertida em investimentos para o Estado, especialmente em saúde. Existem sites privados, mas idealizados por cooperativas de lotéricas é o primeiro. É um projeto que acompanha a evolução tecnológica e as necessidades dos clientes”, aponta o presidente do Sindicato Patronal dos Lotéricos de Santa Catarina, Gilmar Cechet.

O lançamento surge após membros da classe lotérica catarinense e do sindicato patronal realizarem uma audiência pública para discutir a criação de um site de jogos legais online. Envolvendo 566 casas lotéricas do estado, a possibilidade de realizar apostas online transformará os atuais hábitos de consumo de usuários. “O projeto gera comodidade, praticidade e segurança. Tudo ficará mais dinâmico aos consumidores. A aposta também poderá ser feita por smartphone e em qualquer horário”, destaca Gilmar.

Em fase de testes internos e se preparando para operacionalizar na semana que vem, ainda não há previsão do número de usuários a serem alcançados com o projeto. “É ilimitado. Só para termos uma ideia, em Santa Catarina, casas lotéricas atendem mensalmente em torno de 4 milhões de usuários. Ou seja, mais de 50% da população do estado passam por lojas físicas em um mês”, detalha ele.

O segundo passo a ser trabalhado por eles é a legalização da raspadinha. “Tencionamos fechar uma parceria com o estado para legalizarmos a raspadinha. Seria possível em uma padaria, farmácia, lojas de conveniência se dar o troco com uma raspadinha, por exemplo”, arremata Gilmar. Segundo ele, jogos não oficiais movimentam em torno de R$ 1 bilhão por ano em Santa Catarina e aproximadamente R$ 20 bilhões no Brasil. “É necessário legalizar e gerar tributação nessas apostas também, mas para isso precisamos de apoio político em Santa Catarina. Precisamos melhorar a condição da classe lotérica e, ainda, como o Estado pode ganhar em cima disso e reverter em investimento”, conclui Gilmar.

Related Post

Adelor Lessa

Política

Décio muda para Rincão, será candidato a prefeito e negocia com PMDB!

Política

Na quinta-feira, quando Rodrigo Comin, assessor de Eduardo Moreira, saiu do ato de filiação da vereadora Romanna Remor ao PMDB, disse que estava indo tratar do entendimento para o PMDB dar o vice de Décio Góes na disputa pela Prefeitura do Rincão. Disse que o acordo estava incluído numa ampla composição regional entre PMDB e PT.
À noite, Décio reuniu seu grupo de apoio para encaminhar a mudança, mas não conseguiu. Enfrentou resistências. Principalmente na família. Teve que recuar.
Voltou à carga sexta-feira pela manhã e mudou o quadro. No fim da manhã, já havia feito a transferência do domicílio eleitoral. Estava formal e oficialmente na disputa para ser o primeiro prefeito da história do novo município do Rincão.
No PT de Criciúma, Décio Góes, apesar de ex-deputado e ex-prefeito, continua sem espaço, em conflito com o comando do partido e sem garantia de espaço para novos projetos eleitorais. Ele tinha convite para ir para o PC do B e virar o líder do partido no Sul, mas não queria sair do PT.
A “operação” é de alto risco. Se perder a eleição, poderá ter seu futuro político comprometido. Mas é exatamente por isso que a sua decisão é também um ato de coragem e ousadia. E a história é feita pelos que têm ousadia e coragem!

Ligado

Antes de discutir (e decidir) com seu grupo de apoio, Décio Góes discutiu o assunto com a Direção estadual do PT. Foi estimulado e teve garantia de apoio.

Para visualizar o conteúdo completo desta coluna acesse nossa edição impressa on-line clicando aqui.

Share via
Copy link
Powered by Social Snap