Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

SEGURANÇA

Trio vira réu por duplo homicídio

19/04/2017 16:04
Talise Freitas

O juiz da 2ª Vara Criminal da Comarca de Içara, Fernando Dal Bó Martins, aceitou a denúncia transformando em réus Pedro Junior Batista Borges, Deivid Tereza Talayer e Leonardo Vieira Gonçalves pelo duplo homicídio dos irmãos Leandro Vieira Cardoso, de 24 anos, e Fábio Cardoso, de 22 anos, assassinados a tiros em 2015, em Lombas Pedreira. A motivação estaria relacionada à disputa por território no tráfico de drogas.

Na decisão, o magistrado também decretou mais uma prisão preventiva para os acusados que já estão reclusos. O trio pertencia a uma organização criminosa desarticulada no ano passado na operação Clínica Geral, da Diretoria Estadual de Investigações Criminais (Deic) com a Polícia Civil da região.

Talayer, que foi preso no estado gaúcho com a esposa, era apontado como um dos líderes. Leonardo foi preso no início deste mês, no Rincão, e foi o último do bando a ser capturado.

Os dois criminosos que cometeram um latrocínio no ano passado vitimando a ex-presidente do Lions Clube de Içara, Ana Edeviges Colonetti Gonçaves, de 69 anos, a Lila, fazem parte da mesma quadrilha.

"Consoante se infere dos autos, há indicativos de que os denunciados integram organização criminosa suspeita de praticar roubos, tráfico de drogas, homicídios e outros crimes na região e, supostamente, foram os autores dos delitos descritos na inicial acusatória", relata o magistrado. Com base em informações de testemunhas, um dos irmãos já estava recebendo ameaças de morte deles. 

"Ressalta-se que, do celular apreendido pela autoridade policial foram extraídas conversas do aplicativo Whatsapp em que Leandro Vieira Gonçalves aparentemente comemora, após a morte das vítimas, a conquista de território rival (´agr eh td nosso´)", ressalta o juiz, referindo-se à expressão comemorativa de "agora é tudo nosso".

Últimas Notícias

Mais Notícias
Oba Delivery - Entrega de comida on-line