Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

SEGURANÇA

Órgãos serão procurados para apurar causa de acidente que resultou na morte de mineiro

17/05/2017 15:22
Foto por Divulgação (Foto: Divulgação ) Clique para Ampliar
Portal Sul In Foco

O mineiro Arlei Machado, de 44 anos, morreu na noite de segunda-feira após ser atingido por uma pedra de minério de carvão em Treviso. O acidente aconteceu por volta das 18h30min, na Mina Cantão Norte, na comunidade de Volta Redonda.

No momento do acidente, Arlei realizava o escoramento do teto - procedimento padrão para a extração de carvão em minas da região -, quando uma pedra se desprendeu e atingiu o seu corpo.

Conforme o Sindicato dos Mineiros de Siderópolis, Treviso e Cocal do Sul, o mineiro foi socorrido inicialmente pela brigada da própria mineradora e encaminhado pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) até o Hospital São José, em Criciúma. Ele não resistiu aos ferimentos e morreu por volta de 21h.

"Arlei foi conversando até o hospital. Pelas informações, a pedra o atingiu da cintura para baixo, possivelmente causando hemorragia interna", relata o presidente do sindicato, Nilson de Souza Barzan.

Prestes a
se aposentar

Arlei era morador do Bairro Rio Fiorita, em Siderópolis. O corpo foi sepultado na tarde de ontem, na Capela Mortuária do Cemitério Municipal.

"É a primeira vez na história desta mineradora que acontece uma morte. Reunir-nos-emos com o Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM), o Ministério do Trabalho e a Polícia Civil para apurarmos as causas do acidente, já que a mina é considerada segura e não há histórico de acidentes deste tipo. Infelizmente foi uma fatalidade", lamenta Barzan.

Arlei estava próximo de se aposentar e deixa três filhos.

Últimas Notícias

Mais Notícias