Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

SEGURANÇA

Onda de crimes: Balneário Rincão à espera de efetivo

16/04/2013 15:58
Foto por Divulgação (Foto: Divulgação ) Clique para Ampliar
Talise Freitas - reportagem@atribunanet.com

Uma série de crimes registrados nas últimas horas chamou atenção para a segurança do Balneário Rincão. A escassez de efetivo, não diferente de outras cidades, também é uma realidade no novo município.

O comandante da 6ª Região da Polícia Militar, que abrange os 27 municípios da Região Carbonífera, coronel Ed'oner Paes Sá, afirma que haverá novidades para a localidade.

O oficial esteve na semana passada tratando o assunto com o prefeito Décio Góes e adianta as medidas que estão sendo tomadas. Uma delas são dois convênios com a própria Prefeitura.

"Segurança não se faz só com o Estado, e sim com a participação do Município. Haverá o convênio de trânsito e convênio de fiscalização que vai prevenir a questão de invasão de terra e habitação irregular", diz Sá.

Agentes temporários
serão deslocados

Em relação ao efetivo, atualmente 12 militares, em escala de três por dia, dividem-se nas patrulhas.

"O Rincão até então era um bairro e o que eu posso garantir é que a tendência do efetivo é aumentar. A intenção é também repor o quadro com agentes temporárias. Já a questão de novos policiais vai de acordo com o curso de formação", diz. Duas novas turmas de militares devem ser formar ainda este ano. O coronel está se reunindo com todos os prefeitos das 27 cidades para debater a segurança e verificar a situação de cada município.

Suspeito de série de crimes acaba preso

Considerado de alta periculosidade e foragido da Justiça, I.F.L., 27 anos, já está recolhido no Presídio Santa Augusta desde a tarde de ontem. O homem é suspeito de uma série de furtos e assaltos no Balneário Rincão e também em Içara. A polícia não descarta a participação dele com os recentes crimes.

I. foi preso após um cerco das polícias Civil e Militar na casa de um vizinho, localizada no Centro rinconense. A prisão ocorreu por volta das 9h. Ele tinha saído da unidade prisional, onde cumpria pena por assalto, no final do ano passado.

O último roubo registrado foi durante a madrugada, a uma casa no Bairro Liri, em Içara, à 1h. Uma família foi rendida por três criminosos, todos armados, que só liberaram as vítimas por volta das 3h. Eles fugiram com o carro da família, uma Pajero cor prata, e R$ 1 mil. Ninguém se feriu. O veículo foi encontrado abandonado na BR-101, no Bairro Boa Vista, em Içara.

A onda de crimes

A onda de crimes começou na madrugada de domingo. Quatro homens armados assaltaram o motorista de um Prisma, nas proximidades de um bar na Lagoa dos Freitas, no Rincão. Na fuga, eles ainda atiraram para cima e agrediram com coronhadas a vítima. Com o carro roubado, eles seguiram para o Centro de Içara, onde, nas proximidades de um posto de combustíveis, abandonaram o veículo e tomaram de assalto outro, dessa vez um Megane. O grupo invadiu um bar e fez reféns funcionários e clientes, também na área central de Içara. Depois da ação, eles atearam fogo no carro, na entrada Norte do Rincão, e fugiram. Também durante a madrugada, uma casa foi incendiada no Centro do Rincão, mas a polícia descarta relação com os outros crimes. À noite, no acesso Sul do Rincão, um Verona foi incendiado de forma criminal.

Últimas Notícias

Mais Notícias