Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

GERAL

Novos gestores da Casa de Passagem pedem auxílio para a comunidade

13/01/2018 10:49
Foto por Lucas Sabino (Foto: Lucas Sabino) Clique para Ampliar
Gabriel Bosa

Os novos gestores da Casa de Passagem São José, em Criciúma, precisam de doações para atender a demanda de pessoas que procuram atendimento. Roupas de cama - como edredons, cobertas, lençóis e travesseiros, além de toalhas e produtos de higiene pessoal são as maiores necessidades no momento.

A estrutura foi cedida via licitação pelo Executivo à Associação de Assistência Social Deus Provedor no início do último mês. O contrato prevê o repasse de R$ 10 mil do Governo Federal, mais o pagamento das contas de energia, água, internet e telefone pela Administração Municipal, que também disponibiliza um veículo.

“Nós não conseguimos manter o atendimento 24 horas somente com esse repasse. A Prefeitura nos entregou toda a estrutura física e equipamentos, mas precisamos da ajuda das pessoas”, pontua o coordenador da entidade, Renan Mattos Miranda.

A Casa de Passagem São José era administrada pelo Executivo de Criciúma. No fim do último ano a estrutura passou por uma reforma geral. A casa mantém 50 leitos, além de salas para atendimentos e socialização, lavanderia e cozinha. Aproximadamente 15 pessoas passam pelo local semanalmente.

Todos os atendimentos são oferecidos de forma gratuita. Os abrigados têm direito à   quatro refeições por dia e, dependendo da situação, são encaminhados para atendimentos no Centro de Atenção Psicossocial (Caps), recebem auxílio para reencontrar pa- rentes e são direcionados para cadastro de documentos e vagas de emprego.

 

Experiência no atendimento a dependentes

A Associação de Assistência Social Deus Provedor já possui experiência no tratamento com dependentes químicos. A entidade mantém há cinco anos uma comunidade terapêutica para ex-usuários em tratamento no Bairro Capão Bonito, na região do Verdinho.

“A nossa proposta é encaminhar os usuários que nós recebemos aqui para tratamento no Caps ou comunidades terapêuticas. Mas, nesse primeiro momento, a maior movimentação na casa foi de pessoas que estão em trânsito pela cidade”, afirma Miranda.

A Casa de Passagem São José fica na Rua Giácomo Sônego Neto, no Bairro Pinheirinho, próximo ao Paço Municipal Marcos Rovaris. A estrutura atende 24 horas, mas a direção pede para que na primeira visita as pessoas cheguem até as 17h30min para realização de cadastro e encaminhamento para outros serviços do Município.

“Depois de cadastrados, nós fazemos o acolhimento até as 19h, porém, em casos de emergência, são feitos em qualquer horário”, explica o coordenador.

Galeria de Fotos

Últimas Notícias

Mais Notícias