Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

GERAL

Moradores impedem intervenções em loteamento

11/12/2017 08:15
Foto por Clique para Ampliar
Mayara Cardoso

Na manhã de sábado moradores do Loteamento Jardim Monte Verde, no Bairro São Simão, entraram em conflito por conta de uma tentativa de abertura de nova rua e derrubada de árvores. Conforme a vice-presidente da Associação de Moradores Amo Verde, Bernadete Conti, por volta das 7h30min chegaram ao loteamento um trator e um caminhão da Prefeitura de Criciúma que teriam sido designados, por meio do pedido de um dos moradores, para abrir a Rua dos Bem-te-vis. Ao questionarem os envolvidos sobre a emissão de uma autorização da Fundação do Meio Ambiente de Criciúma (Famcri) para tal trabalho e perceberem a não existência de qualquer documento, moradores se uniram e blo- quearam a passagem das má- quinas. “Sabemos que é possível que ele tenha o direito de abri-la, porém em diversas si- tuações esse mesmo morador tomou outras medidas sem autorização, prejudicando a área verde, que é uma preocupação de todos. Em contato conosco, a Famcri e a Prefeitura informaram não ter emitido autorização, então evitamos que fosse concretizada a ação. Queremos que se resolva da melhor maneira e tudo dentro da lei”, comentou Bernadete.

De acordo com ela, um levantamento realizado nas terras do loteamento indica alguns pontos de Área de Preservação Permanece (APP) e até a presença de olhos d’água, o que causa ainda mais preocupação quanto a interferências não autorizadas e cuidadosamente planejadas. “Já presenciamos corte de árvores e outras ações que foram feitas sem qualquer questionamento. Se uma das moradoras não estivesse saindo cedo de casa e presenciado essa cena, pode- ríamos novamente nos dar conta apenas depois do fato consumado, como em outros casos em que inclusive ele já recebeu multas”, completou.

O grupo de vizinhos que conseguiu impedir a ação agora aguarda a apresentação de uma licença ambiental para que a abertura do rua possa ser concretizada de maneira legal. “Nós cuidamos muito desse espaço, pois consideramos que a presença de todo esse verde é o diferencial. Já fizemos muitas melhorias no loteamento e seguimos todas as regras, por isso fazemos questão que tudo seja feito da maneira correta pelo bem de todos”, destacou a vice-presidente.

Últimas Notícias

Mais Notícias