Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

GERAL

Loteamento em área verde no São Defende gera descontentamento

21/06/2018 09:49
Foto por Daniel Búrigo (Foto: Daniel Búrigo) Clique para Ampliar
Lucas Renan Domingos

No ano passado, a Instituto do Meio Ambiente de Santa Catarina (IMA), antiga Fatma, concedeu um licenciamento para o corte de árvores no Bairro São Defende. No local, foi construído um loteamento, mas o fato tem causado descontentamento. Um morador da região, que não quis se identificar, afirmou que, nos últimos dias, as empresas passaram a desmatar um espaço de área verde. Placas indicando a conservação da mata estão no chão e as árvores passaram a ser derrubadas e empilhadas. O IMA garante que as licenças estão sendo cumpridas

“Ali passam vertentes de água, tinha um monte de pássaros e outros bichos. É revoltante ver aquela situação e nada ser feito. É um loteamento no meio da mata. Já tem algumas casas construídas. Mas agora eles avançaram para uma parte onde estava fechado com árvores”, disse o morador.

Ele argumenta ainda que já procurou a Prefeitura de Criciúma e a Fatma para pedir satisfação. “Temos que pensar no futuro e não só no dinheiro. Se for assim fácil para derrubar árvores, o que vai sobrar para as próximas gerações?”, questionou.

 

Tudo seguindo conforme a licença

A reportagem entrou em contato com a o gerente regional do IMA, Filipe Barchinski, para pedir esclarecimentos sobre o fato. Conforme ele, uma equipe técnica foi mandada até o local para fazer a verificação do cumprimento da licença e nenhuma irregularidade foi apontada.

“Está tudo dentro do estabelecido. Como é uma área grande, são quatro hectares, chama a atenção o corte. Mas nossos técnicos estiveram lá e verificaram tudo, inclusive as derrubadas estão sendo feitas dentro das demarcações definidas pelo IMA e um relatório foi feito”, detalhou Barchinski.

Últimas Notícias

Mais Notícias