Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

GERAL

Caminhada reúne mais de 200 pessoas

15/04/2018 21:47
Foto por Vitor Netto (Foto: Vitor Netto) Clique para Ampliar
Mayara Cardoso

Uma caminhada que saiu da Praça da Chaminé e seguiu até a conhecida “esquina democrática” de Criciúma reuniu aproximadamente 220 pessoas na manhã de sábado. A ação visava principalmente chamar a atenção para a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), considerada injusta e antidemocrática pelos manifestantes. No ponto final do encontro, a esquina do banco Santander, (apenas referência), na Avenida Centenário, foi realizado um banderaço. O espaço é considerado o local mais tradicional de manifestações da esquerda.

Conforme o sindicalista e um dos organizadores do encontro, Célio Elias (PT), o envolvimento da comunidade foi acima da expectativa. “Tivemos uma caminhada organizada, pacífica e uma recepção muito positiva por onde passamos. Foram motoristas acenando, pessoas nas janelas dos edifícios ou pelas ruas que passamos com sinais de apoio à nossa causa”, afirmou.

De acordo com Elias, o pedido do grupo é para que seja construída uma "democracia verdadeira" no país. “Queremos que a Constituição seja respeitada por completo para que não aconteçam injustiças como essa feita com o companheiro Lula, que foi preso sem provas e sem ter o direito de se defender até a última instância”, completou.

Galeria de Fotos

Últimas Notícias

Mais Notícias