Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

GERAL

Bazar do Amor será neste sábado

06/12/2017 06:10
Foto por Daniel Búrigo (Foto: Daniel Búrigo) Clique para Ampliar
Bárbara Barbosa

Lojas, fábricas e confecções de roupas e acessórios de Criciúma e região se unem neste sábado para colaborar com a segunda edição do Bazar do Amor. O evento busca arrecadar recursos para a próxima missão do Movimento Brasil pela Síria, que conta com voluntários criciumenses em apoio a sobreviventes em campos de refugiados na Jordânia e fronteira da Síria. Com descontos de até 70% nas peças femininas e roupas a partir de R$ 20, o evento acontece na Plurall Coworking, na Avenida Santos Dumont, 1665, no Bairro São Luiz, em Criciúma. O horário de atendimento do bazar é das 9h às 20h, sem fechar ao meio-dia.

Dentre as marcas que estarão com estandes: Maria Cereja Acessórios, Margo, Little sugar, Studio P12, Melody jeans e Mendhi. Já entre as fábricas que doaram peças para vendas com reversão integral ao movimento: Lança Perfume, My Favorite Things, Ufoway, Sweet Love, Susy Bozzano, SKS e Loveboard. O espaço conta com provadores, ar-condicionado, estacionamento, setor de food truck e os pagamentos poderão ser feitos em cartão de crédito. Além disso, sorteios acontecerão ao longo do dia. “Teremos o sorteio de tapetes da Ande e de uma cesta da Damas e Doces”, arremata Bruna Minotto, coordenadora do Bazar do Amor.

De acordo com Bruna, nesta edição, as lojas e confecções continuam doando peças, com valores a serem integralmente revertidos à causa, mas também haverá um setor destinado a marcas comercializarem suas roupas diretamente de fábrica. “Teremos marcas expondo em um estande coletivo e outras marcas que vêm com um estande completo, ou seja, com suas coleções inteiras. Algumas, inclusive, com a coleção atual. Diferentemente da doação de roupas de lojas e confecções, cujos valores integrais serão repassadas, no caso das marcas expositoras, parte da verba será destinada ao movimento”, detalha.

 

Brasil pela Síria

Com o intuito de auxiliar sobreviventes da guerra que seguem em campos de refugiados da Jordânia e na fronteira da Síria, o Movimento Brasil pela Síria foi idealizado pelo pastor criciumense Alessandro Campos, há dois anos. “Surgiu com notícias que eu via constantemente. Aquilo mexia comigo, especialmente a situação daquelas crianças, mexia com meu coração. Teve uma noite que vi uma reportagem e nem consegui dormir, a ideia era ser ativo e poder ajudar de alguma forma”, recorda.

Após o chamado interno, a motivação cresceu com um convite para auxiliar em missão como voluntário nos campos de refugiados. “Junto veio um desafio: arrecadar em torno de R$ 30 mil com o objetivo de comprar água e cobertores para eles. Em 15 dias, reunimos R$ 78 mil. Foi a certeza que eu precisava de que esse era realmente meu o caminho”, dispara.

Já na segunda missão, Alessandro aprimorou a experiência e levou uma equipe de voluntários composta por médicos, dentistas e especialistas que pudessem oferecer cursos profissionalizantes aos refugiados. “Nesta missão, conseguimos, inclusive, fornecer diplomas com certificados internacionais de cursos profissionalizantes. Ou seja, em qualquer lugar, eles poderiam exercer e atuar nos segmentos oferecidos, como, por exemplo, de barbearia. Nessa mesma missão, realizamos 100 atendimentos médicos e 99 odontológicos. Todas as pessoas saíram com remédios e conseguimos doar cestas básicas”, destaca.

 

Movimento seleciona voluntários

A próxima missão programada pela equipe de voluntários liderada por Alessandro é de 7 a 18 de janeiro. Para isso, o movimento conta com a adesão de novos voluntários que se sintam sensibilizados pela causa. “O voluntário tem que sentir o chamado, querer muito. Pois os desafios são imensos, é uma zona perigosa e não há conforto, é um propósito que tem que estar muito forte e estabelecido, mas que vale imensamente e é extremamente gratificante. Essa missão tem de ser feita sem se perder a alegria, pois acreditamos que do jeito que doamos é como se recebe”, menciona. Profissionais de áreas da Saúde, como médicos, fisioterapeutas, dentistas e também especialistas que possam oferecer cursos profissionalizantes aos refugiados são os candidatos ideias ao movimento.

Mesmo que não haja intenção de ser voluntário nas missões, Alessandro salienta que a causa pode ser auxiliada de outras formas. “Com doações financeiras, com a participação em eventos como esse do Bazar do Amor e, muito importante, com o compartilhamento e divulgação das nossas ações por meio das redes sociais do Brasil pela Síria”, sinaliza.

Para doações:

Bando Bradesco

CNPJ Move in Christ – 26.401.575/0001-00

Agência 2191-1

Conta corrente 7866-2

Tipo operação 01

O Movimento Brasil pela Síria está nas redes sociais como Brasil pela Síria.

Para entrar em contato sobre outras informações: 99664 0888

 

Últimas Notícias

Mais Notícias