Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

GERAL

Atendimentos na UPA iniciam em 1º de julho

12/06/2018 10:25
Foto por Daniel Búrigo (Foto: Daniel Búrigo) Clique para Ampliar
Francieli Oliveira

A Unidade de Pronto-Atendimento 24h, a UPA, que fica no Bairro Próspera, em Criciúma, será inaugurada no dia 29 de junho e os atendimentos iniciam à 0h do dia 1º de julho. A informação foi confirmada pelo prefeito Clésio Salvaro (PSDB). “A inauguração está confirmada, a obra física já foi finalizada e estão todos trabalhando na montagem dos equipamentos”, afirma o chefe do Executivo.

 

Gestão terceirizada

A gestão da UPA foi definida em janeiro deste ano por processo licitatório. O Instituto Maria Schmitt de Desenvolvimento de Ensino, Assistência Social e Saúde do Cidadão foi confirmado como administrador da unidade. O contrato poderá ser de dez anos, podendo ser renovado por igual período.

A entidade venceu a licitação com proposta de R$ 330 mil ao mês – pagos pela Administração Municipal, mais repasse de habilitação e qualificação pelo Ministério da Saúde. As verbas do Governo Federal deverão somar mais 137 mil e 98 mil, respectivamente.

O Instituto Maria Schmitt tem sede em Araranguá e foi fundado em setembro do último ano. A organização social também é responsável pela gestão do Hospital Olhos E Otorrino Beira Mar, em Florianópolis, do Hospital Santo Antônio, em Timbé do Sul, e por último foi contratada para administrar o Hospital Dom Joaquim, de Sombrio.

 

“Tão importante quanto a reconstrução do Paço”

A abertura da UPA marca o fim de anos de esperas e dúvidas. “Para mim, que comecei obra em 2010, depois essa obra ficou paralisada por quatro anos, poder entregá-la será estratégico para resolver o problema da saúde das pessoas. É a realização de um sonho”, relata Salvaro. “Considero tão importante quanto a reconstrução do Paço. É um mini-hospital que irá iniciar atendimento à população criciumense”, acrescenta o prefeito.

Salvaro coloca ainda que Criciúma está na contramão de outros municípios e, enquanto UPAs estão fechadas, a cidade consegue oferecer esse serviço.

A abertura da UPA também servirá de teste para uma possível readequação do sistema de saúde do município e, a partir, de sua abertura e de avaliação da resolutividade, as decisões serão tomadas.

A UPA Porte II contará com 12 leitos, sendo quatro femininos, quatro masculinos e quatro pediátricos. A unidade funcionará sete dias por semana com atendimentos de médicos clínicos e pediatras.

Os pacientes poderão ficar no pronto-atendimento em observação por até 24 horas. O local contará com salas de Raio-X, Eletrocardiograma, Ultrassom, Laboratório de Exames e Sala de Gesso. Aproximadamente 80 profissionais atuarão no espaço.

A nova unidade é destinada para os atendimentos de urgência e emergência e tem capacidade para receber de 150 a 300 pessoas por dia com expectativa de reduzir o número de pacientes atendidos na emergência do Hospital São José.

Últimas Notícias

Mais Notícias