Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

OPINIÃO

Podemos mais para comemorar

07/03/2018 06:00
Geovania de Sá - Deputada federal (PSDB/SC)

O mês de março é especial. É nele que comemoramos o Dia Internacional da Mulher, enaltecemos nossas lutas e conquistas.
Mas você já parou para pensar que precisamos conquistar ainda mais? É por isso que aproveito a proximidade do dia 8 para despertar a coragem e o interesse de fazer a diferença em muitas outras mulheres.
Já ultrapassamos o limite das portas de nossas casas, onde cuidamos muito bem de nossas famílias, e chegamos ao mercado de trabalho. Enfrentamos, então, uma dupla jornada: nossas atividades profissionais e nossas atividades domésticas. Isto quando ainda não há uma terceira atividade: a acadêmica.
Já mostramos que somos capazes. Estamos à frente de entidades e associações. Comandamos grandes empresas, importantes instituições, e, inclusive, já exercemos cargos no poder público.
Mas creio que é no poder público que precisamos somar um número muito maior de mulheres. Temos direito ao voto há 86 anos. Somos o maior percentual de votantes e, lamentavelmente, uma tímida minoria em cargos públicos. Somos 53% de eleitoras, com apenas 10 a 15% de representatividade nas Câmaras Legislativas Municipais e Estaduais, na Câmara Federal e no Senado.
Nós queremos a mudança, precisamos da esperança por dias melhores e sabemos que a mulher tem a força e a sensibilidade necessárias para desenvolver, fiscalizar e aplicar leis em prol dela, da sua e de todas as famílias.
O convite de ingressar em uma carreira política é desafiador. Sei bem; eu mesma não entendia o que poderia acrescentar na vida pública, mas, em um ato de coragem, aceitei o desafio e percebi tudo que um político sério, com objetivos bem traçados e sempre a favor do povo, pode fazer por cada cidadão.
Hoje eu trabalho por uma Santa Catarina mais justa para todos. Trabalho por um Brasil muito melhor para vivermos e convoco mais mulheres a se engajarem nessa construção.
Há uma excelente frase de Michelle Bachelet (médica, política e atual presidente da República do Chile). “Quando uma mulher entra na política, muda a mulher; quando muitas mulheres entram na política, muda a política.”
Pense nisso e venha conosco. Juntas podemos chegar muito mais longe e somaremos ainda mais vitórias para comemorarmos no próximo 8 de março.

Últimas Notícias

Mais Notícias