Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

OPINIÃO

O mundo com os olhos voltados para Santa Catarina

09/02/2019 06:00
Alexandre Farias, presidente da Federação Catarinense de Tênis

Somos palco de um dos principais eventos de tênis da América Latina. O Banana Bowl é um torneio infantojuvenil que reúne vários dos melhores jovens atletas mundiais da categoria. E, pela terceira vez consecutiva, ele acontece aqui, bem pertinho de nós. São mais de 250 competidores de 38 diferentes países concentrados em Criciúma pelo esporte.
Estados Unidos, França, Itália, Japão, Canadá e Argentina são algumas das delegações que estão conhecendo um pouco mais da nossa cultura, experimentando os nossos pratos, lotando os nossos hotéis e apreciando o que temos de melhor no Estado. Já paramos para pensar na importância disso tudo?
Só no ano passado, o torneio injetou em média US$ 1 milhão na economia, de acordo com um levantamento da Federação Catarinense de Tênis. É um grande momento para movimentar e aquecer o comércio e o turismo da região. Sem contar na troca cultural que só eventos desse porte propiciam.
Para quem é apaixonado por tênis, é uma oportunidade ímpar de prestigiar o esporte. Já aqueles que não conhecem, julgo que este é o momento ideal para começar a acompanhar jogos de alto desempenho profissional. São crianças e adolescentes do mundo inteiro que estarão, até o dia 16, mostrando suas habilidades nas quadras.
E, por falar em talento, temos muitos brasileiros na disputa. Faço questão de destacar e chamar a atenção para o catarinense Pedro Boscardin, 90º lugar no ranking mundial. Atleta da nossa terra que está levando o nome de Santa Catarina mundo afora. Temos também o Nathan Rodrigues, 37º colocado no ranking dos principais do mundo, Bruno Oliveira e Ana Luiza, que promete representar bem nosso país na categoria feminina. Vamos lá torcer por eles e pela bandeira brasileira?
Grandes nomes saíram e ainda podem sair desse torneio. Temos muito potencial a ser explorado e é incentivando eventos como este que colocaremos não só o país, como o nosso Estado nas principais manchetes. Lá fora, eles estão de olho na gente. E nós, estamos aproveitando essa oportunidade?

Últimas Notícias

Mais Notícias