Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

OPINIÃO

O CTCL – Mantido pelo setor carbonífero- parte 2

11/04/2019 06:00
Ruy Hulse - Presidente de Honra do SIECESC

Como  nos referimos anteriormente, a ação indutora do Governo na implantação de laboratórios destinados a pesquisa aplicada, seria através do BNDS.
Como surgiu a SATC:
A década de 1950, apontava a região carbonífera do nosso estado como uma com maiores índices de mortalidade infantil, entre recém nascidos até com um ano de idade. Este fato  fez com que os mineradores tomassem uma decisão para deliberar esta situação inaceitável.
Para tanto foi criada em 2 de maio de 1959 a SATC- Sociedade de Assistencia aos Trabalhadores do Carvão, com o objetivo de prestar assistência social as famílias dos trabalhadores das nossas minas.
Para tanto foi celebrado um contrato com as “Pequenas Irmãs da Divina Providencia” para desenvolver um trabalho de natureza social junto as vilas operáveis, visando preservar a vida na infância do maior número possível de crianças.
Uma das primeiras providencias foi voltada para a higiene alimentar e corporal das famílias. Os recém nascidos eram alimentados erroneamente, o leite materno era posto de lado, sendo substituído por alimentos à base de farinha de mandioca, com restrito poder nutritivo. Muitas vezes os chás caseiros eram, por crendice, o remédio para todos os males.
O trabalho das religiosas mostrou-se altamente positivo. As crianças alimentadas corretamente, bem como a ação das mesmas contribuíram para a constituição de famílias mais estruturadas.
A SATC, cumpria o seu objetivo, melhorando a qualidade de vida dos nossos trabalhadores e proporcionando uma melhor relação entre capital e trabalho.

Voltaremos oportunamente ao assunto.

Últimas Notícias

Mais Notícias