Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

OPINIÃO

Cuidados e necessidades básicas antes da aprendizagem escolar

20/02/2018 06:00
Karin Reis - Coordenadora Psicopedagógica no Colégio Marista Criciúma

O ano letivo já se iniciou em todo o Brasil e, com ele, novas expectativas, escolhas e metas. Para que seja um ano positivo para alunos e familiares, questões básicas devem ser colocadas em prática, pois o retorno exigirá uma nova organização de rotina.
Reservar horários para estudo e outros compromissos é importante para que o aluno não acumule tarefas e mantenha equilíbrio no seu dia a dia.
A família precisa estar atenta a alguns cuidados importantes com crianças, adolescentes e jovens. Atender e respeitar as necessidades fisiológicas do corpo antes de qualquer atividade é fundamental, principalmente,  quando a intenção é otimizar o aprendizado.
A ciência busca descobrir como  o cérebro aprende para encontrar as melhores metodologias de ensino. Porém, algumas práticas, bastante simples, ajudam o estudante a responder melhor os estímulos dados em sala de aula, e a família pode contribuir de forma bastante significativa. Alimentação de qualidade, uma boa noite de sono e atividade física, por exemplo, contribuirão muito para que a crianças ou jovens estejam aptos a aprender.
Manter uma boa alimentação é cada vez mais difícil, devido à falta de tempo das famílias de preparar as refeições e a facilidade de adquirir alimentos prontos nas prateleiras de supermercados e fast foods, acaba-se comendo “qualquer coisa”. O consumo exagerado de gorduras trans, pode comprometer o desempenho cerebral, com o aumento de déficit de atenção e da ansiedade, tão presentes em sala de aula.  Crianças e jovens precisam ter uma alimentação balanceada, já que estão em constante desenvolvimento. A escola recebe alunos pela manhã sem se alimentar e sabemos que o café da manhã é a refeição mais importante do dia, pois proporciona energia para desenvolver as atividades diárias, além de melhorar o desempenho intelectual e a atenção do aluno. Manter uma alimentação saudável é imprescindível para se obter bons resultados acadêmicos. 
Outra necessidade fisiológica importante é o sono. A privação de sono causa muitos transtornos: capacidade de manter a atenção, dificuldade da realização de atividades cognitivas, aumento da sonolência diurna e alteração do humor. É durante o sono que as memórias são consolidadas e novos conhecimentos são processados e armazenados. Assim, quando não dormimos, nossa memória fica falha.
É importante criar uma rotina para o sono, mantendo o quarto silencioso, com cama confortável e ambiente relaxante, sem qualquer tipo de iluminação. Outra situação comum atualmente, é o costume que muitos adolescentes têm de passar as  noites de sono nas redes sociais, o que os deixará com grande déficit de sono. Um período de sono adequado  é fundamental para garantirmos boa aprendizagem.
A terceira necessidade fisiológica que destaco é o brincar ou a praticar de atividade física. Como instrumento educacional, a prática de atividade física possibilita que o aluno saiba lidar com suas próprias necessidades, desejos e expectativas, desenvolvendo potencialidades individuais ou de grupo, sendo formado para a cidadania e aprendendo competências sociais, técnicas e comunicativas. A prática regular de atividade física é fundamental para uma vida equilibrada e um bom sono.
Embora sejam práticas simples, incluir tais ações na rotina familiar é um desafio que deve ser superado diariamente. O trabalho em conjunto trará bons resultados, ano após ano letivo. Boa alimentação, sono regular e atividade física constante, além de oferecer ao cérebro grande riqueza de informações, irá possibilitar uma importante otimização de aquisição de conhecimento e tornará  o processo de aprendizagem estimulante.

Últimas Notícias

Mais Notícias