Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

OPINIÃO

Amigo ou colega?

11/02/2019 06:00
Jonathas Roberge - empresário e debatedor da Rádio Som Maior

Como todos percebem, o celular cada vez mais afasta as pessoas delas mesmas. Notamos que é mais fácil mandar uma mensagem pelo aplicativo de mensagens do telefone celular a alguém que está a poucos metros de você, do que ir pessoalmente falar com ela. Toda essa revolução tecnológica, mudando repentinamente a civilização, traz consigo inúmeras vantagens e desvantagens. Uma delas é a perda dos amigos físicos e o aumento de colegas virtuais. A dependência gerada pelos aplicativos embarcados nos telefones celulares e demais devices tecnológicos, faz com que as pessoas entrem em um modo de transe profundo, tornando-os verdadeiros zumbis.
Neste transe, inúmeros vídeos, mensagens, fake news entre outros, são postados e reencaminhados a todo o momento nos famosos grupos destas aplicações. Nestes compartilhamentos e postagens, a maioria dos usuários, não checa a veracidade das informações e arquivos eletrônicos. Nos dias atuais, os mais compartilhados são aqueles com humor, sexualidade e as famosas discussões sobre política. Com a velocidade do tempo distorcida, sempre são priorizados os vídeos curtos, diretos e conectados nos assuntos já relacionados. Alguns arquivos interessantes e verdadeiros passam desapercebidos por não estarem dentro dos mais procurados.
Conectado neste mundo e usando a ferramenta tecnológica, um pastor que não se identifica, grava um vídeo com um assunto extremamente interessante. Ele questiona os telespectadores se sabem diferenciar colegas de amigos. Citando uma passagem bíblica escrita em provérbios 18-24, que diz: “Quem tem muitos amigos pode chegar à ruína, mas existe amigo mais apegado que um irmão” ele reforça que os colegas têm interesse naquilo que você tem e o amigo tem interesse naquilo que você é. Nessa reflexão pertinente percebemos que, com o passar dos anos, cada vez mais o ciclo de pessoas que nos cercam, começa a ficar menor.
Na frase mundialmente conhecida, escrita por Emanuel James “Jim” Rohn, um empreendedor, autor e palestrante motivacional American, que diz que você é a média das cinco pessoas com que mais passa seu tempo. Baseemo-nos nela, que tal selecionarmos cinco amigos físicos e verdadeiros para nos rodear?
 

Últimas Notícias

Mais Notícias