Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

OPINIÃO

A influência do clima no humor

11/06/2018 06:00
Michelle Rocha Rauber - Psicóloga CRP 12/14438 – Presidente da CERES – Associação Criciumense de Apoio a Saúde Mental

Existem muitos estudos sobre a influência que o clima exerce sob o humor das pessoas, seja pela temperatura, incidência solar, ou até mesmo frequência de chuvas.
É indiscutível que por questão de gosto, algumas pessoas se agradem mais no calor e outras no frio, chuva ou tempo seco, no entanto, pesquisas afirmam que as pessoas ficam mais felizes quando o dia está ensolarado e em dias cinzas ficam mais melancólicas.
Nas estações mais frias do ano alguns transtornos mentais produzem mais sintomas, como, diminuição de ânimo, aumento de cansaço e dificuldades para dormir.
Existe ainda a depressão sazonal, que segundo estudiosos, pode ser desencadeada por conta de uma resposta do cérebro à diminuição da luz e alteração na produção de hormônios que regulam nosso organismo, inclusive nosso sono, energia e humor, como a melatonina e a serotonina.
Por isso é necessário que estejamos atentos. Nos últimos dias pudemos perceber que, nos meses que se seguem iremos experimentar manhãs e noites mais frias, dias que duram menos e noites mais longas, e consequentemente, pessoas que se recolhem mais cedo.
Nesses meses mais cinzas e frios é importante ocuparmos a mente com algo que nos auxilie a passar pelos períodos de clima mais extremos, é sempre válido cuidar da alimentação, fazer exercícios físicos e buscar atividades que nos fazem bem, pode ser estar junto da família ou amigos, compartilhando bons momentos, ou até mesmo estar em casa numa tarde vendo um bom filme na companhia de cobertas e um café quente. Cada um sabe aquilo que o agrada.
Algumas pessoas gostam de ir a lugares ainda mais frios, passear e quem sabe ver a neve, outras preferem sair de casa apenas o necessário para manter atividades de rotina. Ambas se agradam de alguma maneira, e este é o aprendizado, descobrir aquilo que o satisfaz independente do clima. Fazer aquilo que se gosta, sendo o dia ensolarado ou não, é um importante exercício de adaptação. Mas claro, ao menor sinal de não adaptação, ou seja, de sintomas que aparentem um estado melancólico recorrente, procure um profissional para auxiliá-lo com essa questão.

 

Últimas Notícias

Mais Notícias