Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Raul Sartori

Grande família

20/07/2018

Começou a circular ontem em redes sociais uma lista com 59 nomes de servidores comissionados puros do Tribunal de Contas do Estado, com o cargo que ocupam, lotação e proventos. Pelos sobrenomes é mais que explícita a relação de parentesco (irmãos, filhos, filhas, primos, cunhados, etc.) direto de boa parte deles com atuais e ex-conselheiros e auditores, com alguns deputados, ex-deputados e magistrados. Enfim, uma grande família. Um dos proventos mais altos é o pago a Rafael Martini, assessor para assuntos institucionais, de R$ 26.888,59. E ainda querem, por um “processo normativo” interno, momentaneamente suspenso, aumentar ainda mais o cabide, com a criação de um “escritório”, lá dentro, necessariamente com vários cargos comissionados, da Procuradoria-Geral do Estado!

Bolsonaristas

Apoiadores do presidenciável Jair Bolsonaro reagem à nota, aqui, ontem, citando o fato de o eleitor brasileiro e catarinense estar confuso, já que, ao mesmo tempo que deseja renovação, apoia o capitão do Exército, que lidera as pesquisas. Algumas críticas são pertinentes, entre elas o fato de ele e seus filhos deputados não estarem metidos em falcatruas e que a renovação desejada é a com nomes ficha limpa. E, é verdade, está difícil achar um dentro do quadro que se apresenta no momento.

Últimas de Raul Sartori

Veja mais