Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Raul Sartori

Crime que compensa

29/12/2017

Sim, o concordiense e corrupto Henrique Pizzolato é um exemplo completo de que o crime compensa no Brasil. Com uma condenação de 12 anos e 7 meses de prisão por formação de quadrilha, peculato e lavagem de dinheiro, começou a cumprir sua pena no final de 2015 e, em maio deste ano ganhou o regime semiaberto. A partir de hoje, estará livre da Papuda. Viverá muito bem com R$ 25 mil de aposentadoria do Banco do Brasil. Pobre Brasil.

Mais rigor

Com suas imagens abaladas por escândalos diversos e privilégios obscenos, os Tribunais de Contas estão mais rigorosos neste ano em relação aos anteriores.  No TCE-SC, por exemplo, neste ano 43 dos 295 prefeitos receberam parecer prévio pela rejeição das contas de 2016, contra apenas 9 no ano passado em relação a contas de 2015.

Últimas de Raul Sartori

Veja mais