Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Pinduka

VALDOMIRO ESTÁ TRISTE

12/01/2019

Cada vez que converso com o ex-craque do INTERNACIONAL DE PORTO ALEGRE, que marcou época no time gaúcho no final dos anos 60 até 1980, noto uma certa tristeza no rapaz. Ele se acha desprezado por dirigentes aqui na terra onde ele foi revelado.
O jogador surgiu no juvenil do COMERCIÁRIO E.C., lançado pelo lendário Fumanchu, lá por volta de 1965. Logo em seguida, foi promovido aos profissionais, ficando até 1968, quando foi vendido ao Inter.
VEJAM BEM:
1) Não é reconhecido na sua terrinha. Alguma vez o Criciúma E.C. convidou o rapaz para ser um “EMBAIXADOR” do Clube? Deve ser ciúmes, né!
OBS.: No Internacional ele é um belo e notável representante. Viaja por esse Brasil afora divulgando o Clube, com vendas de títulos e outros produtos colorados. Ele só liga: “Valdô, tens que ir a Lages ou Chapecó, etc.”. Ele pega um táxis em Criciúma e se manda. Lindo, né!
2) Construiu sozinho o belo “CENTRO ESPORTIVO VALDOMIRO VAZ FRANCO”, ali no Bosque do Repouso (região entre o Bairro São Luiz e Primeira Linha). Inaugurado em 20/04/2009.
3) Um certo prefeito prometeu asfaltar o trechinho de estrada (da Rodovia Luiz Rosso até lá dentro no Complexo Esportivo). Até hoje nada, nadica de nada. Que pena! A municipalidade poderia aproveitar o Complexo do Valdomiro e transformá-lo num ROTEIRO TURÍSTICO DESPORTIVO. Maravilha, né!
4) No lindo Memorial VALDOMIRO VAZ FRANCO tem na parte externa frontal, no alto, uma ESTÁTUA do craque. O Criciúma E.C. nunca se preocupou em levar para o Estádio Heriberto Hülse essa preciosidade. Mas o INTERNACIONAL pediu para o VALDOMIRO que quer o MONUMENTO lá no BEIRA-RIO. Devemos tirar o chapéu para o “bairrismo” dos gaúchos. Sabem valorizar quem deu prestígio para eles.
5) A linda área verde de todo o Complexo do Centro Esportivo (incluindo campo de futebol, piscina, academia, etc.) está na mira de alguns investidores de SP, RS, PR... Querem aproveitar a bela estrutura e construir um grande condomínio ao seu redor.

Últimas de Pinduka

Veja mais