Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Pe. Samiro Meurer

Diocese retoma projeto da Escola Diocesana de Catequese

25/02/2019

Ela foi iniciada em 27 de março de 2011. Desde então, centenas de catequistas de diversas paróquias da Diocese de Criciúma tiveram a oportunidade de aprender e compartilhar conhecimentos em suas comunidades. A Escola Diocesana de Catequese Caminho de Emaús, após uma pausa, retorna, agora, com novo conteúdo programático, periodicidade e duração, a fim de atender as demandas e os desafios no campo da evangelização, especialmente na transmissão da fé.
Na segunda-feira, 18 de fevereiro, párocos e coordenadores paroquiais da Pastoral Catequética foram  convidados para a reunião onde a nova proposta da Escola foi apresentada, no Auditório da Paróquia Santa Bárbara, em Criciúma, a partir das 19h30min.  O projeto da Escola está em sintonia com o que orientam diversos documentos da Igreja, entre eles o Diretório Geral para a Catequese, que apresenta critérios inspiradores para a formação dos catequistas: “Formar catequistas com fé profunda; clara identidade cristã e eclesial; profunda sensibilidade social; capazes de transmitir não apenas um ensinamento, mas também uma formação cristã integral, desenvolvendo ‘tarefas de iniciação, de educação e de ensinamento’. São necessários catequistas que sejam, ao mesmo tempo, educadores da fé e testemunhas, capazes de superar ‘tendências unilaterais divergentes’ e de oferecer uma catequese plena e completa”, cita a mensagem da carta convite remetida às paróquias e assinada pela Coordenação de Pastoral e pela Pastoral Catequética.
Com o objetivo geral de promover uma formação para que os catequistas possam atuar como “multiplicadores” em suas paróquias e desenvolver um processo que leve à conversão a Jesus Cristo, formando discípulos missionários, o projeto contemplará a centralidade da Palavra de Deus e a inspiração catecumenal, numa Igreja em saída.
A Escola Diocesana de Catequese terá duração de um ano, por meio de 10 encontros/aulas, tendo por público alvo coordenadores(as) paroquiais de Catequese e/ou equipes de Iniciação à Vida Cristã. Serão disponibilizadas duas até quatro vagas por paróquia, com investimento único de 100 reais por catequista. As aulas sempre serão realizadas no Auditório da Paróquia Santa Bárbara, em Criciúma, na primeira segunda-feira do mês (exceto em março), com início às 19h30min e término às 21h30min.

Seminaristas e leigos da Diocese de Criciúma contam experiência missionária na Ilha do Marajó

De 27 de dezembro de 2018 a 18 de janeiro de 2019, o Conselho Missionário dos Seminaristas (COMISE) do Regional Sul 4 da CNBB, que engloba as dioceses do Estado de Santa Catarina, realizou a segunda Missão Kairós na Paróquia Santo Antônio, na cidade de Chaves, Prelazia de Marajó (PA).
Com a participação de 54 missionários de todo o Brasil, a Missão Kairós contou com a participação de seminaristas e leigos da Diocese de Criciúma, entre eles:
André Girardi - 3º ano de Filosofia e Bruno Selinger - 3º ano de Filosofia
Eduardo Borges - 3º ano de Filosofia e Elisson Custódio Borges - Estagiário na Paróquia Nossa Senhora da Salete e Fernando dos Santos - 3º ano de Teologia
Juliano Esser Bauer - 2º ano de Filosofia e Juliano Pacheco Bitencourte - 4º ano de Teologia e Júnior – Leigo e Luan Zanoni - 2º ano de Teologia e Maike Gomes Machado - 1º ano de Teologia e Maria Irene Nichele Correa – Leiga e Thayla Monteiro – Leiga  e Tiago Citadin - 2º ano de Filosofia
A Paróquia Santo Antônio conta com 97 comunidades e é atendida pelos padres Glawciney e Heliton, e conta também com o auxílio da Comunidade Católica Shalom. As comunidades ribeirinhas ficam a grandes distâncias umas das outras e chegam a ficar um ano sem a celebração da Santa Missa.
Os missionários desenvolveram o trabalho de visitas, a fim de conhecer a realidade das comunidades e também realizaram atividades como o ensinamento da oração do Santo Terço, leitura orante da Palavra, adoração Eucarística e Celebrações da Palavra, sendo presença de Deus em meio àquele povo. o relato de  missionário da Diocese de Criciúma
“Participar da missão foi uma caminhada que uniu Jesus Cristo, os missionários e o povo marajoara num caminho glorioso que se chama conversão” (Júnior).
“A missão Kairós foi uma experiência de Deus. Lá fui chamado a conviver e viver uma partilha recíproca com as comunidades ribeirinhas que nos ensinaram como a Palavra de Deus, sustenta e mantém a comunidade religiosa durante todo o ano, e como o desejo de se aproximar da Eucaristia faz com que o povo sonhe e se programe com a visita do Sacerdote. A missão me ensinou que não temos tempo a perder com aquilo que não irá agregar a nossa vida nesta continua proximidade ao Cristo, e sempre nos voltarmos mais para os irmãos necessitados. Também me mostrou a alegria daqueles que se doaram para fazer com a missão fosse um sucesso para que o Santo Evangelho fosse levado a todos aqueles que nos foram confiados” (André Girardi).

Últimas de Pe. Samiro Meurer

Veja mais