Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Ney Lopes

França

16/07/2018

Imprevisível, surpreendente, dramática e emocionante. Talvez sejam as palavras que melhor definam a Copa do Mundo 2018, na Rússia. França e Croácia fizeram uma final condizente às peculiaridades trazidas por este Mundial. No confronto os franceses se deram melhor comemorando o bicampeonato, entretanto o maior desafio vem de fora das quatro linhas. A taça do mundo da Seleção do país governado por Emannuel Macron foi levantada com participação das mãos de jogadores que são filhos de imigrantes de 17 países. Fora dos gramados, a França se destaca por ser um dos países com a mais alta taxa de rejeição de pedidos de asilo da Europa. Só em 2017, o país recebeu 100 mil pedidos. Como resposta, o governo apresentou um projeto de lei que busca endurecer a política migratória. Em maio deste ano, a polícia francesa desmontou o maior acampamento de imigrantes de Paris. Os refugiados, que estavam em situação irregular, foram transferidos para centros de acolhimento provisórios e o departamento de imigração do governo passou a analisar o status de cada um dos imigrantes. Podemos acrescentar que o Mundial da Rússia trouxe à tona a reflexão de assuntos pertinentes como o sexismo, a misoginia e o preconceito. Que venha o Catar 2022 e que até lá tenhamos avançado em atitudes.

 

Mario

Empresário Mario Gaidzinski Filho corre para o abraço com mais um evento fechado com sucesso. A segunda edição de “Do You Know Mario Winter”, prestigiada com excelente e animado público, já se consolida para o calendário de eventos da região assim como a tradicional edição de verão.

 

Galeria de Fotos

Últimas de Ney Lopes

Veja mais