Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Marco Búrigo

Futebol pobre e apatia atrapalham o Criciúma

19/08/2017

Foi mais uma noite de um futebol pobre, sem criatividade. O Criciúma esbarra sempre na falta de qualidade e na insistência de um esquema que parece não deixar o time produzir ao ponto de convencer na Série B. No jogo dessa sexta-feira, o Tigre ficou apenas no empate contra o Oeste-SP em 1 a 1, no Heriberto Hulse, em jogo válido pela 21ª rodada. A apatia também prejudicou o time de Luiz Carlos Winck. A preocupação aumenta ainda mais pelo fato de o time ter ficado dez dias sem jogar e não ter conseguido agradar aqueles torcedores que foram ao Majestoso. O gol do Tricolor veio com Diego Giaretta, numa cobrança de falta que a bola desviou na barreira. Mais uma obra do acaso. Mas a história não teve final feliz, pois Mazinho aproveitou o vacilo do volante Barreto e deixou tudo igual. Foi o segundo jogo seguido em casa sem vitória. Com 30 pontos, na oitava posição, o Tigre pode ficar a quatro ou a cinco pontos do G-4. A combinação pode levar a equipe ainda à 11ª colocação. O próximo jogo é contra o América-MG, na terça-feira, às 21h30min, no Independência. Será que vem um crime lá em Minas Gerais? Desse jeito, difícil de acreditar.

Como voltará a Chape?

Depois dos compromissos fora do País, a Chapecoense volta ao Brasil com a dura missão de sair da zona de rebaixamento da Série A. Logo de cara o Verdão terá o Palmeiras, no domingo, às 19h, em São Paulo. Depois é o Corinthians, na quarta-feira, em Chapecó. É bronca, hein!!!

Últimas de Marco Búrigo

Veja mais
Oba Delivery - Entrega de comida on-line