Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Marco Búrigo

Sem qualidade, Tigre perde mais uma e põe fim ao sonho

18/10/2017

A  qualidade do elenco do Criciúma foi colocada à prova mais uma vez no Campeonato Brasileiro da Série B. Contra o Vila Nova-GO, com cinco desfalques, dependendo de um chute de Alex Maranhão ou de um lampejo de Caio Rangel, o Tigre literalmente não conseguiu jogar. Os goianos não fizeram força para vencer por 1 a 0, com gol de Alípio, aos 14 minutos do primeiro tempo. O time de Beto Campos não conseguiu produzir nenhuma jogada de ataque que pudesse mudar o rumo da partida. O Tigre teve mais uma noite sem criatividade, muito prejudicado pela improvisação de Jocinei e pelas ausências de Lucão e Silvinho.

Beto Campos até tentou

Depois do primeiro tempo, onde o Tigre chegou em apenas dois lances, o técnico Beto Campos mexeu no ataque. Pitbull saiu para a entrada de Kalil. Nada adiantou. O time carvoeiro continuou sem volume de jogo, mesmo com o recuo do adversário. Pouco antes dos 30 minutos, a cartada principal do treinador do Tigre: Fabinho Alves na vaga de Dodi. Com o time mais ofensivo, os donos da casa partiram para o desespero, sem sucesso. Moisés, tardiamente, entrou no lugar do improdutivo Caio Rangel. O panorama continuou igual e o Tigre conheceu a 10ª derrota na competição.

Últimas de Marco Búrigo

Veja mais
Oba Delivery - Entrega de comida on-line