Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Luiz Dal Farra

Farreando

28/04/2017

Reformas em andamento são uma afronta. Não é legítimo um presidente da maneira como assumiu e com um ministério onde oito ministros foram delatados, e mesmo assim mantem todos. Não é legítimo um congresso nacional onde mais de um terço ou 29 senadores foram delatados e também 42 deputados, inclusive os presidentes das duas casas. Nesta situação a única saída seria uma eleição geral e plebiscito para decidir entre presidencialismo e parlamentarismo.
Que a Lava Jato faça justiça. Que prendam todos os que comprovadamente roubaram, desviaram, corruptos e corruptores. Os do PMDB e PSDB também. Faz parte da democracia e da justiça.
Vejo uma guerra implacável, especialmente da grande imprensa, contra lideranças de esquerda e parece não estar nem aí contra lideranças conservadoras e da direita. Mais justiça. Ladrão é ladrão.
Deve haver uma guerra contra a desonestidade, os desvios, a corrupção e a roubalheira. Estão abusando em incriminar com mais peso lideranças de esquerda. Usam mesma estratégia que derrubaram Jango Goulart da presidência e levaram Getúlio ao suicídio. Que se faça justiça.
Temo pelo que pode acontecer com o presente e futuro do Brasil. Vejo um clima muito tenso e instável. Que a justiça valha para todos. Que a democracia prevaleça. Todos somos iguais perante a lei. Deveria ser pelo menos. Então chega de foro privilegiado. Se cumpridos estes pressupostos o povo entenderá e absorverá decisões.
Gilmar Mendes, ministro do STF e presidente do TSE, tem se mostrado fora de órbita em suas declarações públicas e não condizem com cargo que ocupa. Anda nervoso com as delações da Odebrecht contra lideranças do PMDB e PSDB. Parece gostar quando são contra petistas. Segundo o Procurador da República Rodrigo Janot, Gilmar não quer delações contra lideranças tucanas e é crítico da Lava Jato. Vejam desabafo de Rodrigo Janot: "Gilmar Mendes sofre de disenteria verbal e decrepitude mental". Santo Deus!
Com Maduro no comando na Venezuela, a crise se avoluma.
Somente neste ano a economia despencou em torno de 15% e inflação ultrapassou 400%. Escasseiam alimentos e produtos básicos.  Muitos venezuelanos atravessam a fronteira com o Brasil em busca de comida. Cada vez distancia-se mais de um sistema democrático. Situação é gravíssima.
Salvaro/Ricardo Fabris. Com todas as dificuldades vão bem e sem oba oba. Mostram maturidade e afinamento. Momento é difícil e os desafios extraordinários. Não é hora de grandes obras. Boa iniciativa de punir proprietários que não limpam seus terrenos. Que façam o mesmo com calçadas. Que os relaxados sejam punidos. É uma vergonha, denigrem a cidade e põem em risco a vida das pessoas, especialmente cegos, cadeirantes e outras deficiências. São desniveladas, descontínuas, esburacadas e por aí vai. Vamos transformar Criciúma. Torná-la mais bela, aconchegante e que respeita as pessoas.
Não esqueça: A paz interior é fundamental para o sucesso e saúde. Para atingirmos estes objetivos temos que ser justos.
Faltam 236 dias para inauguração da Via Rápida.

Últimas de Luiz Dal Farra

Veja mais
Oba Delivery - Entrega de comida on-line