Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Francine Ferreira

Da Comunidade

10/08/2018

Loteamento Luiz Tiscoski

As centenas de pessoas que adquiriram algum terreno no Loteamento Luiz Tiscoski já podem, finalmente, conseguir a escritura de seus respectivos lotes. Localizado no Bairro Santa Cruz, em Forquilhinha, o empreendimento precisou ser totalmente regularizado depois dos problemas enfrentados pelo Grupo Criciúma Construções. Para tanto, foi criada a “Associação de Promitentes Compradores de Unidades Autônomas do Loteamento Luiz Tiscoski”, que buscou resolver todos os tópicos pendentes, em relação ao Cartório de Registro de Imóveis e aos cadastros e entraves burocráticos na legislação municipal.
Com isso, a partir de agora, se iniciam os procedimentos de outorga das escrituras desses lotes para cada adquirente. Quem tiver interesse em obter essa escritura pública deve procurar a associação, apresentar o contrato e assinar um requerimento por escrito. Posteriormente haverá a verificação de pendências e, por fim, a pessoa poderá passar o terreno para seu nome.
Mais informações a respeito do assunto, e também sobre o reinício das obras para finalização do loteamento, podem ser obtidas por meio dos contatos (48) 99852-6267 ou contato2.lplt@gmail.com.

Impasse

Um problema envolvendo uma das empresas que venceu o processo licitatório para aquisição das câmeras de videomonitoramento de Forquilhinha fará com que a instalação dos equipamentos atrase novamente. Trata-se de um impasse a respeito das especificações técnicas do produto, que não estariam sendo atendidas em sua totalidade pela empresa em questão. Com isso, a segunda colocada deverá ser chamada e avaliada, e assim por diante. Se for necessário, uma outra licitação também precisará ser realizada, o que demandará ainda mais tempo.
A expectativa é que depois do processo licitatório efetuado pela Administração Municipal, essas câmeras chegassem ainda em agosto e, em seguida, fossem instaladas pela Associação Empresarial de Forquilhinha. No entanto, com essa nova situação, não há expectativa de quando os equipamentos vão chegar ao município.

Últimas de Francine Ferreira

Veja mais