Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Adelor Lessa

Antes do vídeo para Bauer, Alckmin se reuniu com Eduardo

20/04/2018

Colaboração: Francieli Oliveira   e-mail: politica@atribunanet.com

Geraldo Alckmin, presidenciável do PSDB, ex-governador de São Paulo, recebeu em sua casa, na semana passada, o governador de Santa Catarina, Eduardo Moreira, possível candidato à reeleição.
Trataram do quadro nacional e, principalmente, da eleição no Estado.
Eduardo voltou a defender a aliança PMDB-PSDB em Santa Catarina.
Enfatizou que o PMDB já o apoiou no Estado quando tentou a presidência pela primeira vez, contra Lula, que disputava reeleição. E Alckmin venceu nos dois turnos.
A conversa não foi conclusiva. Alckmin pediu que continuassem conversando.
Mas quinta-feira, no evento do PSDB catarinense para lançamento da candidato de Paulo Bauer ao governo, o principal destaque foi um depoimento, em vídeo, de Alckmin dando apoio e estimulando a sua candidatura.
Com o passo dado, quinta, pelos tucanos, as conversações com o PMDB podem continuar, mas vão ficando sem efeito prático.
Os dois estão se distanciando naturalmente, por projetos conflitantes, excludentes. Os dois es- tão decididos a ter candidatos a governador.
No caso do PSDB, há sinalização forte de PSD e PP no sentido de dar apoio a Bauer. O que o faz firmar o pé cada vez mais.
Eduardo e Alckmin, antes de aliados políticos, são amigos pessoais, de décadas. Tanto que Alckmin foi um dos poucos políticos no casamento de Eduardo, no final de 2017.
Mesmo assim, prevalecendo as circunstâncias que estão colocadas, os dois deverão estar em  palanques separados em outubro.
Mudança de rumo, só com algum fato novo muito importante.

Candidatura própria

Aliás, com o evento de quinta-feira, o PSDB marcou posição e deixou bem claro que terá candidato ao Governo do Estado e que as coligações passam por isso. O senador Paulo Bauer, que é o pré-candidato, descartou logo de cara qualquer possibilidade de estar junto ao PT por questões ideológicas e também deixou transparecer que a conversa com o PMDB seria um pouco mais difícil, já que os medebistas também estariam dispostos a ter a cabeça de chapa. Não ter candidatura própria parece estar mesmo fora de qualquer plano do PSDB. O presidente da sigla, Marcos Vieira, foi bem enfático e garantiu que os planos A, B e C são os mesmos: candidatura própria.

Últimas de Adelor Lessa

Veja mais