Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Adelor Lessa

Governador chamou para si a responsabilidade e resolveu o impasse

18/04/2019

Colaboração: Francieli Oliveira   e-mail: politica@atribunanet.com

O governador Carlos Moisés interveio no caso do Aeroporto Regional de Jaguaruna e bancou a decisão para resolver o impasse com a Latam.
Ele vai reforçar a brigada de incêndio no aeroporto e atender as exigências da Latam para retomada dos seus voos.
A intervenção foi feita na hora certa, e da melhor maneira. Entrou para decidir. Sem mais delongas.
É isso que o cidadão espera de quem governa. Que resolva os problemas. E o Aeroporto de Jaguaruna é responsabilidade do Estado.
O impasse estava se encaminhando para saída da Latam do aeroporto regional.
Chegaria o dia 1º de maio, não teria ainda bombeiro habilitado para operar a brigada de incêndio e a Latam não iria prorrogar de novo a suspensão de voos. Iria embora.
A empresa RDL, que administra o aeroporto, não atendia a Latam, mas ficava conversando, e conversando. Girando em torno do problema.
O secretário de Infraestrutura do Estado, Carlos Hassler, foi inserido no processo. Mas ele é técnico. Foi até onde era possível.
Até que o governador chamou o assunto para si e resolveu.
Em números, a decisão representa R$ 560 mil por ano, mais R$ 15 mil por pessoa para fazer o curso.
O governador chegou a ser aconselhado por auxiliares próximos a deslocar os bombeiros do aeroporto para o efetivo regional de Tubarão.
Mas ele entende que é necessário reforçar a estrutura do Aeroporto de Jaguaruna, fundamental para o desenvolvimento da região.
Foi a melhor notícia da semana. E, provavelmente, a decisão mais importante do governador Moisés até agora para o Sul catarinense.
Ele também se mostrou em sintonia com as questões do Sul do estado, onde viveu por muito tempo, e deixou evidente o seu compromisso com o aeroporto regional Sul.

Mobilidade

Direção do Conselho Municipal dos Direitos das Pessoas com Deficiência de Criciúma teve reunião, ontem, com o promotor de Justiça Luiz Fernando Ulyssea. Também participaram representantes da Câmara de Vereadores e diretoria de Trânsito da Prefeitura. Principal pauta - soluções para problemas de acessibilidade.

 

Últimas de Adelor Lessa

Veja mais