Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Adelor Lessa

Para "segurar" Dário, Bornhausen vai para o embate e traz Marina

20/09/2014

Paulo Bornhausen, PSB, ameaçado por Dário Berger, PMDB, fez dois movimentos importantes ontem. Primeiro, mudou a postura até então apenas propositiva, e foi para o confronto com Dário. Propôs um "debate ético" e listou os vários processos ajuizados contra ele, principalmente por improbidade administrativa.
São 21 processos nas varas criminais, cinco na Vara da Fazenda Pública da Capital e uma condenação por improbidade. No debate entre os oito candidatos ao Senado na TV Unisul, domingo passado, os dois já haviam se envolvido em um "tiroteio verbal". Dário ligou Paulo e "os Bornhausen" à Ditadura Militar e Paulo devolveu dizendo que tem "mãos limpas" e ficha limpa, e não está processado por ilícitos.
Depois da pesquisa do Ibope, que mostrou Dário nos seus calcanhares, empatado tecnicamente, Paulo Bornhausen deci-diu endurecer mais o discurso. O segundo movimento de ontem foi "recrutar" Marina Silva para sua campanha. Acertou a vinda da presidenciá-vel na terça-feira, dia 23, apenas para cumprir agenda com Paulo. Dário não terá reforço externo. Vai continuar apostando na "máquina" da aliança PMDB-PSD e no apoio de Raimundo Colombo, Eduardo Moreira e Luiz Henrique. É um "exército" respeitável, que o colocou onde está. A conferir se os ataques de Paulo vão abatê-lo.

Nova gestão

Com o assunto "Hospital Santa Catarina" resolvido, pelo menos parcialmente, o prefeito Márcio Búrigo entra num dos melhores períodos do seu governo. Fase de agenda positiva, que começou com a venda do prédio inacabado do projeto do complexo educacional. Na próxima semana, terá o lançamento oficial, com apresentação da maquete, do Nações Shopping.

Últimas de Adelor Lessa

Veja mais