Ir para o Conteúdo da página Ir para o Menu da página

Adelor Lessa

Três novos secretários do Sul - Vampiro, Acélio e Zé Milton

09/12/2016

O  principal fato político na reforma do secretariado que está sendo encaminhada pelo governador Raimundo Colombo deve ser a entrada do PP no governo. O convite está feito ao partido. Se aceitar, o deputado estadual do sul Jose Milton Scheffer, ex-prefeito de Sombrio, será o secretário de ação social.
Na quarta-feira, Colombo fez o convite para o deputado Esperidião Amin, presidente estadual do PP. Ontem, os deputados do partido se reuniram à tarde para avaliar a possibilidade.
Colombo já havia convidado o PSDB para entrar no governo. Os tucanos não aceitaram, mas continuam discutindo. Segunda-feira terá nova reunião.
Com a possibilidade de Scheffer virar secretário, o Sul pode ser a região mais fortalecida na reforma do governador Colombo.
Três novos secretários estão encaminhados, mas pode ter o quarto. E já tem a secretária de justiça, deputada Ada de Luca.
Ontem, o deputado Luiz Fernando Vampiro (PMDB) voltou de Florianópolis para Criciúma com o convite para ser secretário de infraestrutura do Estado. Tem compromisso de responder até segunda-feira. Ele pediu o fim de semana para tratar com seu grupo de apoio. Mas deve aceitar.
Vampiro foi convidado pelo governador Raimundo Colombo, à tarde, durante reunião no gabinete do governador, no centro administrativo. O vice, Eduardo Moreira, participou de uma parte da reunião. O presidente do Deinfra, Vanderlei Agostini, participou de toda a reunião.
Quem já definiu sua situação foi Acélio Casagrande. Ele reassumirá a secretaria de articulação nacional, em Brasilia. O ato de nomeação deve sair publicado hoje ou até segunda-feira.
O quarto possível secretário do Sul é o ex-deputado Julio Garcia, hoje conselheiro do Tribunal de Contas do Estado. A idéia é que assuma a chefia da Casa Civil para fazer a coordenação política do governo.
Hoje ele está sem filiação partidária, mas é considerado o mais habilidoso entre todos os agentes públicos do Estado, tem transitado em todas as áreas, é muito respeitado.
Mas, neste caso, não há ainda convite feito. Está apenas no campo das intenções e cogitações. E a mais difícil das possibilidades.

O prestígio

O lançamento do livro sobre os dez anos da lei que beneficia as Apaes do Estado foi mais uma demonstração do prestígio do ex-deputado Julio Garcia, conselheiro do Tribunal de Contas.
A Assembleia estava lotada, tinha 30 dos 40 deputados estaduais, prefeitos e muitas autoridades.
A lei das Apaes foi criada por Julio, quando era deputado. Por isso é chamada de "lei Julio Garcia". Que é o título do livro.
O vice-prefeito eleito de Criciúma, Ricardo Fabris, esperou na fila para pegar o seu livro autografado.

Últimas de Adelor Lessa

Veja mais